O Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim

O Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim
 
Ritos maçônicos egípcio formam uma família de ritos maçônicos, nascido no início do século XIX, na esteira da campanha do Egito. Os ritos de Memphis-Misraïm ilustram a presença, na Maçonaria, o tema ancestral dos mistérios do antigo Egito e seus templos, que, entre outros, deu origem a importantes edifícios do bronze superior. Quatro ritos para escrever a história da Maçonaria egípcia: o rito de Misraïm, o rito de Memphis, o rito de Memphis e Misraïm formam por sua incorporação ao tempo de Giuseppe Garibaldi e o rito de Memphis – Misraïm, tais como renovado por Robert Ambelain. Os construtores do Egito” no século XIX, revolucionários ardentes e impetuoso republicanos – como Garibaldi, que ocupou os mais altos cargos do rito na Itália.
Reformada por Robert Ambelain em 1960, os ritos egípcios são até hoje apontado pela ênfase colocada no ocultismo, o seio do qual se desenvolve especialmente “alta filosofia.” A hierarquia iniciática que apresentam os ritos, propõe-se iniciar o estudo dos mitos e símbolos, intimamente ligados às terras do Nilo. A peculiaridade dos ritos egípcios afirma-se também pelo modo de transmissão utilizado. é uma minoria de da Maçonaria Universal que pratica o Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim. O Grande Oriente de França é o depositário destes Ritos tão misteriosos no mundo da espiritualidade.
Em Portugal, o Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim é praticado pela Grande Loja Simbólica de Portugal (Via masculina) e pela Grande Loja Simbólica da Lusitania (Via Mista e Feminina).

Continue Reading

Introdução ao Hermetismo

O Hermetismo: A influência da Maçonaria Egípcia azul. Na iniciação integrou em um todo coerente, as várias influências: Rosacruz, Pitágoras e mithraïste Hermética … O último efeito é necessária uma força particular na Maçonaria egípcia. passagens inteiras de nosso rito são levados diretamente a partir dos textos herméticos. Esta doutrina também influenciou grandes movimentos esotéricos do Ocidente: o gnosticismo cristão, Catharism martinismo, a alquimia … que são muitas vezes objecto de trabalho especulativo de nossas lojas. Isso mostra a importância desse movimento filosófico, metafísico e iniciação ao pedreiro do antigo Egito responsável por transmitir a tradição maçônica com as especificidades do seu rito. Se o hermético nasceu no primeiro século dC, uma atualização dessa doutrina é possível através dos ritos egípcios e símbolos maçônicos.

Hermética: A Gnose, que atende a homens da antiguidade, baseou-se essencialmente no Corpus Hermeticum. Essas leis são complexas. A primeira impressão é de um discurso ininteligível. Esta aparente incoerência resulta de vários factores: a origem antiga desses livros, a falta de rigor nas traduções, as aparentes contradições das opiniões expressas, a falta de uma linha comum.

O contexto antiga Historicamente, este tratado foi mencionado pela primeira vez no sec. XI º por um Michel Psellus. Mas partes do manuscrito já havia sido citado por Zosimus alquimista, início de século III. Pesquisadores concordam em datar os textos do primeiro século até o fim do século III, quando a influência grega foi decisiva no Egito. Historiadores estimam que os textos foram escritos em Alexandria, colónia grega fundada na esteira de Alexande. Os textos do corpus são, portanto, textos gregos influenciados pela religião egípcia sem que podemos claramente distinguir a relacionada com qualquer tradição. Os textos são destinados para os homens daquele tempo, as referências e padrões culturais estavam longe da nossa. A apresentação na forma de diálogos do Corpus, não é apresentado como uma exposição rigorosa. O objetivo não era criar um esquema intelectual lógico, mas para colocar o discípulo de uma certa disposição mental para causar sua evolução espiritual. pontos de vista aparentemente contraditórios Além disso, o hermético reúne abordagens que podem parecer contraditórias. Este aspecto reflete uma gradação no ensino de acordo com o grau de evolução do discípulo.

O livro Kybalion conhecido, as leis esotéricas explícitas: o ritmo da analogia, a dualidade … não apresenta uma verdadeira exposição doutrinária. Em todas as suas reservas, um estudo cuidadoso dos textos é possível. O hermético é como uma síntese do grego e pensamentos egípcios. Ele cai sob a iniciação real, mas inspirado e vivificado pelo iniciação sacerdotal egípcia que constitui a sua base espiritual. Esta fusão na abordagem foi possível porque o Egito é uma das fontes do pensamento grego. Na verdade, os grandes filósofos da Grécia antiga como Platão ou Pitágoras permaneceu no Egito e foram, provavelmente, em contato com a classe sacerdotal egípcia. A personalidade de Hermes Trismegistus ilustra essa síntese. Baseia-se a equivalência metafísica entre o deus grego Hermes e do deus egípcio Thoth. Esta equivalência permitiu a reconciliação destas duas divindades. De fato, a principal função de Hermes e Thoth, o mediador, era idêntico: para ligar o divino e homens. Assim, o Hermes grego foi chamado de “um grande muito grande muito grande,”, palavra de origem egípcia relativas à Thoth antes de se tornar Trimegiste no tempo dos romanos. O hermético assumida uma abordagem gradual. Era impossível passar a visão de mundo secular a uma visão totalmente sagrada ao mesmo tempo. Na primeira fase, o iniciado deve estudar o básico.

Resp.´. Loja UDJAT, a Oriente do Porto

 

Continue Reading

Salão do Livro Maçónico, Lisboa, Portugal

A Grande Loja Simbólica de Portugal e a Grande Loja Simbólica da Lusitania do Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, irão estar representadas a nível institucional no primeiro Salão do Livro Maçónico, em Portugal, que irá decorrer nos dias 6 e 7 de Maio de 2017, em Lisboa. Na comemoração dos 300 anos da Maçonaria, estarão também presentes o Museu Maçónico do Grande Oriente Lusitano e o Grande Oriente de França. No decorrer do Salão do Livro Maçónico, irão realizar-se conferencias cujo os painéis de oradores, são referências na Maçonaria portuguesa e Internacional, nomeadamente: Roger DACHEZ (medico e historiador da Maçonaria francesa), Dimitri ARSENAKIS (Responsável dos assuntos externos do Grande Oriente de França, primeira Obediência maçónica francesa), José Manuel Anes (Passado Grão Mestre da Grande Loja Regular de Portugal), António Ventura (historiador e autor de vários livros sobre maçonaria), Pedro Martins (investigador da obra de António Telmo) e Carlos Otero (actor e encenador de teatro e de ópera em Paris) O local será no Salão Nobre da Associação de Comercio e Industria, Rua das Portas de Santo Antão, 89, Lisboa – Portugal. O evento será aberto ao publico em geral. https://www.facebook.com/salaolivromaconico/?fref=ts http://www.maconariaportugal.com/salao-do-livro-maconico Ver video    

Continue Reading

Tr.´. Maçónico Feminino, do Rito Memphis Misraim, em Lisboa, Portugal

Via Feminina do Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, em Portugal A 03 de dezembro de 2016 foi consagrado a Or.’. de Lisboa o segundo triângulo da Via Feminina do Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim da GRANDE LOJA SIMBOLICA DA LUSITÂNIA, a trabalhar em Portugal. A Maçonaria Feminina do Rito Antigo e Primitivo Memphis Misraim, estava representada a  Norte de Portugal, na Cidade do Porto, com o Tr.´. Mac.´. SAQQARA e agora na região de Lisboa, com o R.´. Tr.´.PHILAE. O R.’. Tr.’. PHILAE é exclusivamente constituído por mulheres livres e de bons costumes que partilham e defendem os ideais da Maçonaria, unidas pela fraternidade, lealdade e livre pensamento. A constituição do Tr.’. PHILAE, que vem consolidar a presença da Maçonaria Feminina do Rito Antigo e Primitivo de Memphis Misraim, em Portugal, assinalando um marco histórico para a Maçonaria portuguesa, tendo como objetivo primordial o bem comum e o aperfeiçoamento espiritual, intelectual e social da Humanidade. http://feminina.memphismisraim.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=81:maconaria-feminina-do-rito-memphis-misraim-em-lisboa&catid=4:noticias-mamphis-misraim-maconaria-feminina&Itemid=44

Continue Reading

TRATADO DE AMIZADE E RECONHECIMENTO ENTRE A GRANDE LOGE MIXTE SUISSE E A GRANDE LOJA SIMBÓLICA DE PORTUGAL

Foi assinado um Tratado de Amizade e Reconhecimento Mutuo entre a Grande Loge Mixte Suisse e a Grande Loja Simbólica de Portugal, no ultimo Convent de 3 de dezembro de 2016, que decorreu a Oriente de Lisboa, Portugal. Link: http://www.memphismisraim.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=283:sessao-xxii-mmmcccvii-da-grande-loja-simbolica-de-portugal&catid=4&Itemid=290        

Continue Reading